Utilização de lixo eletrônico para a produção de jogos e materiais didático-pedagógicos, experiência do TEC Grupo

O Brasil é o maior produtor de lixo eletrônico na América Latina. Olhando para o mundo, estamos em 7º lugar no ranking, de acordo com os dados do Global E-waste Monitor, estudo realizado periodicamente pela ONU. Pensando nisso e visando a redução do impacto ambiental e a produção de material didático, surge a experiência do TEC Grupo: Utilização de lixo eletrônico para a produção de jogos e materiais didático-pedagógicos.

Coordenada pelo professor Doutor Daniel Costa de Paiva, do Departamento de Ciências Exatas, Biológicas e da Terra (PEB), do Instituto do Noroeste Fluminense de Educação Superior (INFES), campus da UFF no município de Santo Antônio de Pádua, Rio de Janeiro, a experiência conta com a participação de professores, alunos e colaboradores do grupo de pesquisa Tecnologia, Educação e Cognição (TEC) e busca contribuir para a formação de alunos da licenciatura em Computação, incentivando a construção de materiais educativos e pedagógicos a partir de resíduos eletrônicos.

Esses resíduos são disponibilizados por lojas de informática da localidade e recolhidos do depósito da prefeitura municipal. Com essa iniciativa, o lixo eletrônico, que na maior parte dos casos é descartado de forma incorreta, pode encontrar outro destino e função, o que reduz o impacto ambiental e pode melhorar a aprendizagem, através de objetos recriados de uma maneira sustentável.

O grupo incentiva também a replicação em outros contextos, disponibilizando o modo de recriar esses objetivos em seu site, além de todo o trabalho já desenvolvido e as parcerias firmadas. Através dessa visibilidade às atividades desenvolvidas, já foi possível realizar atividades abertas aos público, com mostra dos materiais desenvolvidos e publicação de artigos em periódicos, contribuindo para a formação de cidadãos conscientes da importância social da adoção de medidas sustentáveis.

Unindo a diversão dos jogos ao ensino, é possível promover uma aprendizagem conjunta, tanto dos alunos da UFF, que desenvolvem os jogos, quanto da população, que é beneficiada com um modelo inovador de aprendizagem e com a proteção ao meio ambiente. 

A experiência de tecnologia social “Utilização de lixo eletrônico para a produção de jogos e materiais didático-pedagógicos, experiência do TEC Grupo” faz parte do Catálogo de Tecnologias Sociais de 2019, que você pode ler na íntegra aqui. E para conhecer mais sobre o trabalho que temos desenvolvido na Coordenação de Inovação e Tecnologias Sociais, acesse aqui.

Copyright 2020 - STI - Todos os direitos reservados

Translate »