Experiências de Tecnologias Sociais da UFF

Praia prá que te quero? Para guardar meu barco para pescar! Novas destinações de áreas de uso comum do povo para o povo que mais precisa

Coordenação: Prof. Dr. Ronaldo Joaquim da Silveira Lobão
Departamento: Direito Público
Email:  ronaldolobao@yahoo.com.br
Tema principal: habitação
Já se disse que o Brasil vive de costas para seu interior. Mas é inegável que é na costa, na orla marinha, que as maiores transformações foram vividas desde o encontro das populações originárias com nossos “descobridores”. Foi neste espaço que ocorreram os maiores saques ou expropriações de direitos das populações locais em nome do progresso, do mercado, do lazer, da moradia, da “segurança nacional”, do meio ambiente, da biodiversidade entre outras cosmologias modernas. Mas em alguns lugares, pequenos grupos resistem com sua força de trabalho e a certeza que não teriam outro lugar para viver. Aprenderam a usar e cuidar e, com o tempo, a se adaptar.
O projeto de inovação desenvolvido buscou auxiliar pescadores profissionais artesanais tradicionais de Piratininga no reconhecimento de direitos por parte do Estado, com o objetivo de regularizar sua situação frente ao Estado e permitir que os mesmos tenham como garantia o direito à moradia no local onde se dá também sua produção e reprodução cultural, material e simbólica.

Educação para Prevenção de Desastres Naturais: Trinômio Universidade-Escola-Defesa Civil

Coordenação: Prof. Dr. Anderson Mululo Sato
Departamento de Geografia e Políticas Públicas, Instituto de Educação de Angra dos Reis – (GDEN/DGP/IEAR)
Email: andersonsato@id.uff.br
Tema principal: educação
Os desafios para a gestão do risco de desastres no município de Angra dos Reis/RJ são crescentes, tendo em vista a combinação de fatores sócio-ambientais com a redução do aporte de recursos financeiros. Geralmente após as catástrofes a educação é invocada como estratégia para prevenir a ocorrência de desastres, mas são raras as ações educativas de prevenção de desastres implementadas pelos gestores municipais no Brasil. É neste contexto de uma cidade com grande dinamismo nos aspectos que condicionam o risco e que atravessa uma aguda crise financeira, que se iniciou em 2015 a estruturação da Rede de Educação para Redução de Desastres (RED). No período de um ano a RED desenvolveu o “Curso de capacitação de professores para redução de desastres” e o “Curso de utilização de softwares gratuitos para ensino em Geografia”; além de concretizar outros projetos atingindo centenas de educadores do município.
Para maiores informações: www.red.eco.br

Vozes da educação

Coordenação: Prof.ª Dr.ª Ana Baumworcel
Departamento de Comunicação social
Email: ab@id.uff.br / anabaum2@hotmail.com
Tema principal: educação
O projeto Vozes da Educação pretende contribuir para melhorar um pouco a qualidade do ensino médio nas escolas a partir da produção de programas educativos de áudio. Este, configura-se em trabalhar com jovens do ensino médio e com a relação que eles estabelecem com material sonoro educativo dentro da escola. Deste modo,  avalia-se a possibilidade de produção de programas de áudio numa perspectiva contra-hegemônica (GRAMSCI, 2001) para a ressignificação de conteúdos escolares e a formação de novas mentalidades. Esses programas trazem argumentos para questionar o senso comum e estimular o conhecimento crítico da realidade. Identificando, também, qual é o entendimento desses materiais pelos jovens.

Sustentabilidade da radiodifusão comunitária através do uso integral de mídias na publicidade pública

Coordenação: Prof. Dr. Adilson Cabral
Departamento de Comunicação Social
Email: acabral@comunicacao.pro.br
Tema principal: habitação
Mesmo sendo legalizadas há uma dificuldade das rádios comunitárias em manter sua existência e sustentabilidade, devido a inviabilidade de fundos públicos de apoio ou da permissão à publicidade. Tal omissão inviabiliza qualquer proposta de manutenção de projetos de radiodifusão comunitária a longo prazo ou leva as emissoras a assumirem situações de irregularidade. Na expectativa de resolver este problema, por meio da publicidade, o projeto busca emancipar essas rádios. Ou seja, cada emissora conveniada tem assessoria para a elaboração de um planejamento de mídia, visando a definição de preços e horários para formalização de patrocínios locais e gerais, bem como o desenvolvimento do Minuto Cidadão, um informativo sobre as temáticas de saúde, educação ou cultura, vinculado a patrocinadores em potencial, que visa entrar nas programações das emissoras conveniadas como forma de materializar a relação patrocinadores e emissoras.  

SALIMONITOR – Um teste salivar instantâneo que monitora o risco de cáries

Coordenação: Prof.ª Dr.ª Fernanda Volpe de Abreu
Departamento de Formação Específica
Email: fernandavolpe@id.uff.br
Tema principal: saúde
Higiene bucal é provavelmente um dos procedimentos preventivos do auto-cuidado em saúde, mais conhecidos das sociedades humanas. Porém, apesar de bem difundida na sociedade humana a saúde bucal ainda apresenta baixa efetividade no controle previsível da ocorrência da doença da cárie. O monitoramento do estado de atividade bioquímica da saliva, por sua vez, tem grande importância para diagnosticar momentos críticos no diagnosticar momentos críticos no implementar medidas de prevenção. Considerando que o monitoramento é algo caro e demorado, a inovação, consiste na produção de um dispositivo eletrônico controlado por microprocessador que, quando em contato com a saliva do indivíduo, acusa em apenas 1 segundo se seus dentes estão em processo de desmineralização ou de remineralização. O uso deste produto ajuda e orienta o paciente em relação a frequência de escovação dentária para a manutenção de sua adequada saúde bucal e a necessidade de se procurar orientação odontológica profissional para a execução de um programa preventivo eficaz e individualizado.   

SpreadTheSign: Uma tecnologia Social Computacional para Integração Internacional da Comunidade

Coordenação: Prof. Dr.a Cristina Maria Carvalho Delou
Departamento: Curso de Mestrado Profissional em Diversidade e Inclusão – Instituto de Biologia/UFF
Email: cristinadelou@globo.com
Tema principal: educação
O Spread The Sign consiste numa ferramenta que objetiva contribuir para o ensino e a divulgação das línguas de sinais através de uma plataforma online. Nesta, é possível aprender a língua de sinais nos mais diversos idiomas, propiciando uma maior inclusão da comunidade surda. A partir deste projeto foi possível consolidar a participação brasileira no Projeto SpreadTheSign internacional através das atividades de pesquisa e desenvolvimento tecnológico realizadas durante a vigência da bolsa PIBITI/PIBINOVA. O protótipo inicial já se encontra online.
Maiores informações podem ser acessadas no site.

IC no bolso: Aplicativo de acompanhamento remoto da insuficiência cardíaca crônica

Coordenação:Prof.ª Dr.ª Ana Cavalcanti
Departamento de Fundamentos de Enfermagem e Administração (MFE)
Email: anacarladc.uff@gmail.com
Tema principal: saúde
A Insuficiência cardíaca é a primeira causa de internação hospitalar das doenças do aparelho circulatório no Brasil, sendo a região Sudeste possuidora do maior índice de internação. Diversas estratégias são utilizadas para o acompanhamento  do acompanhamento do paciente, o diferencial do aplicativo em questão, consiste neste poder ser manejado tanto pelos profissionais de saúde como pelos pacientes, emissão de alertas no momento que o paciente entrar em risco e registro dos dados. Ao serem registrados, todos os dados auxiliará o paciente acompanhar o regime terapêutico prescrito, bem como sua compreensão acerca dos seus atos, acertivos ou não, no âmbito do seu autocuidado. Esta medida estimulará o paciente a realizar mudanças de comportamento favorecendo o contato direto com a equipe de saúde que o acompanha.

Análise espectral do da contenção do avanço do Mar em Rio das Ostras

Coordenação:Prof.ª Dr.ª Ana Isabel Spinola
Departamento de Ciências da Natureza
Email: belspinola@gmail.com / anaisabel@id.uff.br
Tema principal: Meio ambiente
resumo: O avanço do mar na área da  praia da Tartaruga tem causado impactos ambientais e socioeconômicos, ao reduzir drasticamente a faixa de areia da praia, perda total de trechos do calçadão, de ciclovia, construções urbanas, de parada de ônibus, já ameaçando invadir a própria rodoviária Amaral Peixoto RJ106. Este projeto, baseado na Teoria Espectral de Grafos  visa por meio deste inovador método de análise identificar a causa deste fenômeno natural, de modo alcançar uma solução e melhorias para a população da região.

Avaliação da utilização do  óleo essencial de hortelã (Mentha spicata) como alternativa às substâncias sintéticas no controle de fungos do gênero Aspergillus

Coordenação: Prof.ª Dr.ªAna Paula Martinazzo
Departamento: Engenharia de Agronegócios – VEA
Email: anapaulamartinazzo@id.uff.br
Tema principal: saúde
Essa tecnologia social sugere a utilização do óleo essencial de hortelã, uma substância natural, no controle de fungos do gênero Aspergillus durante a etapa do armazenamento. O óleo será aplicado diretamente no produto. Deste modo, tem a pretensão de responder a problemas como: segurança de alimentos, devido ao controle das micotoxinas, e as questões ambientais, pela alternativa de uso desta substância natural em detrimento dos fungicidas sintéticos.

Potencial antiofídico de moléculas naturais

Coordenação: Prof. Dr. André Fuly
Departamento: Biologia Celular e Molecular
Email: andfuly@vm.uff.br
Tema principal: saúde
Os acidentes ofídicos acontecem no mundo inteiro, e principalmente em áreas rurais pobres e em países em desenvolvimento. Em adição a mortalidade, o envenenamento por serpentes causa morbidades pela ação necrosante do veneno. Isso gera um impacto sócio-economico negativo na comunidade e/ou região. No Brasil, o tratamento para acidentes ofídicos é a administração intravenosa de um soro, denominado antiofídico ou antiveneno. Este impede o óbito, mas não a morbidade do indivíduo. Assim, a partir da substância natural, a planta Myrsine rubra coletar móleculas que sejam capazes de inibir as ações tóxicas do veneno.

Memória e Tecnologia Social. Oficinas de produção de imagens entre moradores de bairros populares de Niterói.

Coordenação: Prof.ª Dr.ª Ana Lúcia Ferraz
Departamento: Antropologia –  GAP
Email: analu01@uol.com.br
Tema principal: capacitação
A invisibilidade das classes trabalhadoras na cidade, de seus locais de moradia e de suas redes de relações, deixa espaço para os discursos remocionistas criminalizantes, tão em voga nos tempos recentes. Conhecer tais espaços e relações implica em reconhecer a cidade tal como vivida pelos trabalhadores em seus olhares diversos e plurais, em que diferentes pontos de vista se constituem. A partir da realização de oficinas de vídeo entre moradores de bairros populares pretendemos apoiar a constituição de novos olhares sobre a cidade; assim, fazendo avançar o estado da arte no campo do filme etnográfico, a partir de reflexões acerca da escrita etnográfica e da experimentação narrativa em novas mídias: DVD- ROM, sites, bases de dados, interatividade em hipermídia.

RECICLOTRONIC – Plataforma digital de apoio a coleta de equipamentos eletrônicos para reciclagem e inclusão digital

Coordenação: Prof. Dr. Claudio Pinheiro Fernandes
Departamento: Formação Específica – FFE
Email: claudio.fernandes@id.uff.br
Tema principal: sustentabilidade
O RECICLOTRONIC visa criar uma plataforma digital de apoio a coleta de REE para reciclagem e inclusão digital. O banco de dados criado pelo cadastramento de REE existentes na UFF e também oriundos do uso privado de alunos, docentes e servidores, criará um ambiente logístico de alto valor. O REE coletado poderá fornecer equipamentos reutilizáveis para projetos de inclusão digital, enquanto os inservíveis irão para reciclagem por grupos especializados e/ou projetos culturais de arte com sucata.

Rumo à “des-obsolescência programada”: a implementação da metarreciclagem como forma de reuso de tecnologias para produção de conhecimento livre, por todos e para todos.

Coordenação: Prof. Dr. Emmanoel Martins Ferreira
Departamento: Estudos Culturais e Mídia (GEC)
Email: emmanoferreira@gmail.com
Tema principal: sustentabilidade
O objetivo deste projeto é resgatar equipamentos de dados como obsoletos e assim colocados fora de uso, no âmbito da UFF, propondo formas alternativas de reutilização dos mesmos, evitando assim seu descarte.

Mitigação de desastres: aplicativo para interface do cidadão com a Defesa Civil

Coordenação: Prof. Dr. Francisco José Batista de Sousa
Departamento: STA – Departamento de Administração
Email: franciscobatista@vm.uff.br
Tema principal: sustentabilidade
Tem como objetivo identificar e desenvolver tecnologias para reduzir os riscos de desastres – que tanto afetam o cidadão e a sociedade – compreendendo tecnologias para ações de prevenção, mitigação, preparação, resposta e recuperação.

Estudo e manipulação de produtos naturais com potencial atividade biológica inseridos na cultura popular de comunidades rurais no entorno do Parque Nacional de Itatiaia e Parque estadual da Serra Selada

Coordenação: Prof.ª Dr.ª Alessandra Rodriguez Rufino
Departamento: Química – Instituto de Ciências Exatas
Email: alessandrar@id.uff.br
Tema principal: saúde
O projeto tem como objetivo articular o conhecimento das comunidades com o saber científico a respeito das plantas medicinais. Deste modo, pretende-se manter a tradição, mas de modo consciente, prevenindo o mau uso das plantas. Com base nisto, será produzido um material que aproxime a linguagem científica com a popular, descrevendo as técnicas de forma apropriada e atualizada, também, informações de administração dos tratamentos de forma segura.

(Im)paciente: projeto de página na internet de avaliação de prestadores de serviços em saúde na perspectiva de usuários.

Coordenação: Prof. Dr. Aluisio Gomes da Silva Junior
Departamento: planejamento em saúde
Email: agsilvaj@gmail.com
Tema principal: saúde
O projeto (Im)paciente é uma plataforma virtual que tem como objetivo servir de meio de avaliação de serviços de saúde, baseada em critérios de integralidade, e tendo os usuários como protagonistas da avaliação. Sua versão atual pode ser acessada em www.impaciente.org. Vem sendo desenvolvido desde 2013 e em 2014 contou com o apoio da AGIR com a bolsa PIBITi. O campo da avaliação de serviços e programa de saúde tem sido provocado pelo desenvolvimento do SUS para produzir novas abordagens que deem conta de avaliar mudanças qualitativas na prestação de serviços de saúde.

JOGO, SOCIEDADE e CONTROLE

Coordenação: Prof.ª Dr.ª Vivian Gilbert Ferreira Paes
Departamento: Segurança Publica
Email: vivianpaes@id.uff.br
Tema principal: habitação
O projeto visa problematizar a forma de sociabilização virtual entre usuários de jogos de vídeo game, sendo que a implicação destes jogos tem grandes implicações sobre a vida real. Temas como a forma de organização e uso destes mercados, a judicialização de comportamentos e as formas de controle previstos para aqueles que escapam as regras dos mesmos serão tratados aqui. Objetiva-se problematizar a invasão de contas dos usuários de MMORPGs, onde essas contas são patrimônios de cada indivíduo, existindo o emprego de recursos para obtenção de artigos do mesmo.

Jogos de Cooperação: dinâmicas de conflito e negociação em materiais educativos para jovens em idade universitária.

Coordenação: Prof. Dr. Viktor Henrique Carneiro de Souza Chagas
Departamento: Estudos Culturais e Mídia
Email: viktor@midia.uff.br
Tema principal: capacitação
O objetivo do projeto é traduzir em jogos e materiais educativos problemas clássicos da teoria da cooperação. A proposta é materializar formulações filosóficas próprias de chamada teoria da cooperação, um ramo especifico da teoria dos jogos, dando origem a uma série de jogos, que farão uso de elementos como tabuleiros, cartas e dados. Com isso, se pretende não apenas dar consistência a discussão sobre os conceitos evocados pela teoria da cooperação, como também especialmente despertar diferentes públicos para situações inspiradas por esses problemas. O projeto compreende o desenvolvimento de material didático para jovens e adolescentes em idade universitária, materializado sob a forma de um box de jogos e cartilhas a serem utilizados no auxílio ao debate teórico em sala de aula, e, fora dela, como instrumento de reflexão e discussão sobre comportamentos sociais.

Diagnostico e Plano de Segurança Pública para a “Rua do Perdeu”: proposta para a melhoria da segurança na região.

Coordenação: Prof.ª Dr.ª Luciane Patricio Barbosa Martins
Departamento: Segurança Publica
Email: luciane.patricio@uol.com.br
Tema principal: habitação
O projeto visa a produção de um diagnóstico detalhado dos principais problemas causadores de insegurança nesse perímetro, seguido da elaboração de um plano local de segurança pública para o “Quarteirão do Perdeu”. O projeto será desenvolvido em conjunto com a Empresa Jr. Do Curso de Bacharelado em Segurança Pública da UFF, chamada Ilumina – Estratégia e Inovação em Segurança.

Biscoito enriquecido com amido resistente como fonte de prebiotico para modulação da microbiota intestinal de pacientes com doença renal crônica.

Coordenação: Prof.ª Dr.ª Denise Mafra
Departamento: Nutrição Clinica e Dietetica
Email: dmafra30@gmail.com
Tema principal: saúde
A suplementação com os biscoitos ricos em amigo resistente para os pacientes com Doença Renal Crônica (DRC) em hemodiálise terá como objetivo verificar se esta suplementação reduzira os níveis de toxinas urêmicas plasmáticas, visto q a hipótese do nosso projeto é que este prebiotico posso modular a microbiota intestinal e fazer com que haja menor produção de toxinas pela microbiota. Além disso, verificar a melhora do perfil lipídico e glicêmico e, deste modo, melhorar a saúde cardiovascular dos pacientes com DRC.

Analise de indicadores socioeconômicos e elaboração de políticas na região da Costa Verde

Coordenação: Prof. Dr. Leandro Bruno Santos
Departamento: Geografia e Politicas Publicas
Email: leandrobruno@id.uff.br
Tema principal: habitação
Este projeto tem como objetivo, por meio de amplo levantamento e sistematização de dados e indicadores, realizar um diagnóstico dos principais problemas econômicos e sócias existentes nos municípios da região de Costa Verde ( Angra dos Reis, Parati, Mangaratiba), a partir da análise e sistematização de indicadores que apresentam confiabilidade, validade e desagregabilidade,  disponibilizados por instituições como Censo Demográfico, Pesquisa de Informações Básicas Municipais (MUNIC), Base de dados dos Programas de Transferência de Renda, Tesouro Nacional, Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD), Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED), Relação Anual das Informações Sociais (RAIS) etc.
Nosso propósito é oferecer um retrato amplo e detalhado dos problemas socioeconômicos na região e contribuir com a definição das questões prioritárias, formas de programas e políticas que podem ser implementadas e estratégias e ações que possam ser desenvolvidas visando o desenvolvimento.

Reciclagem de Polímeros para o Desenvolvimento de Mobiliário Urbano

Coordenação: Prof. Dr. Joao Marciano Laredo dos Reis
Departamento: Engenharia Mecânica
Email: jreis@id.uff.br
Tema principal: sustentabilidade
O projeto visa dar continuidade ao trabalho desenvolvido no reaproveitamento de resíduos solido, notadamente polietileno tereftalado, PET, proveniente de garrafas de bebidas como substituto parcial de fibras de reforço em materiais compósitos, de polietileno de alta densidade PEAD proveniente de garradas de óleo e de Fibras naturais como o Curauá. O novo material compósito produzido com polímeros e fibras naturais recicladas será avaliado através de ensaios de caracterização mecânica e servira de material base para a convecção de mobiliário urbano, como mesas, cadeiras e bancos de jardim.

A Construção da Jogabilidade para a Criação do Game Building Democracy

Coordenação: Prof.ª Dr.ª Joana D’arc Fernandes Ferraz
Departamento: Administração e Ciências Sociais
Email: joanadferraz@gmail.com
Tema principal: educação
A proposta desde projeto é construir os mecanismos de jogabilidade que irão proporcionar a criação, em projeto futuro, do game: Building Democracy. Trata-se de um game em que o jogador, ao enfrentar os desafios propostos, vai ampliando a democracia, qual seja, construir políticas em micro e macro para que se eliminem as diferenças de gênero, dizima as desigualdades sociais, construa uma sociedade sem nenhum tipo de preconceito, com livre acesso à terra, aos bens públicos, enfim destruindo os mecanismos de opressão social que irão surgindo no decorrer do jogo.

Copyright 2019 - STI - Todos os direitos reservados

Translate »